RÁDIO CIDADE MATOSINHOS

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

LEIXÕES PERDE EM CASA DO LÍDER MAS MANTÉM-SE NOS LUGARES CIMEIROS

Estádio Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia. 23.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol Árbitro: João Malheiro Pinto (AF Lisboa) FC Porto B - Leixões, 2-1. 
Ao intervalo: 0-1.Belima,(26) Santiago (55) Oleg, (82) 

 FC PORTO B: Diogo Costa, Diogo Queirós, Diogo Leite, Rui Moreira, Musa Yahaya (Oleg, 46), Luizão, Romário (Madi, 76), Moreto (Danúbio, 66), Bruno Costa, Diogo Dalot e Santiago Irala. Treinador: António Folha. 

 LEIXÕES SC : André Ferreira, Jorge Silva, Jaime, Ricardo Alves, João Lucas (Evandro Brandão, 79), Luís Silva, Belima, Amine (Breitner, 62), Bruno Lamas (Bruno China, 67), Derick e Kukula. Treinador: Ricardo Malafaia.

Os portistas voltaram às vitórias após duas jornadas sem triunfos, face ao Arouca (1-1) e ao Penafiel (0-1), somando agora 44 pontos, enquanto o Leixões interrompeu um ciclo de sete jogos sem perder.
Os portistas foram mais fortes nos primeiros 25 minutos e beneficiaram mesmo de dias situações para golo, a primeira por Moreto (12) e a segunda através de Romário (22), esta na sequência de um bom trabalho de Diogo Dalot no lado esquerdo.
Depois desse período, o Leixões 'acordou', Kukula podia ter marcado aos 25 minutos e Derick marcou mesmo no minuto seguinte, depois de a sua equipa ter conquistado uma bola no meio-campo portista.
O golo leixonense abalou os 'dragões e a equipa forasteira cresceu e teve mais duas situações claras para dilatar a vantagem até ao intervalo, aos 34 e aos 45 minutos, o que não acontece por culpa própria.

A segunda parte foi de domínio quase total do FC Porto B, com Diogo Dalot em grande plano, com arrancadas poderosas pelo lado direito que causaram muitos problemas à defesa visitante.
Dalot tentou o empate logo nos primeiros instantes do segundo tempo, com um remate forte que André Ferreira conseguiu deter, mas o guardião leixonense nada pôde fazer quando, aos 55 minutos, o paraguaio Irala atirou e marcou, após assistência de Romário.
O Leixões, que tão bem tinha terminado a primeira parte, encolheu-se, perdeu a luta pelo meio-campo e começou a sentir crescentes dificuldades ante a pressão portista, tanto pelas faixas laterais como pelo corredor central.
Iarala, novamente assistido por Romário, acertou na barra aos 65 minutos, Oleg forçou André Ferreira a uma defesa aparatosa, aos 77, e nem a entrada de Bruno China para lugar de Bruno Lamas, mal recebida pelos muitos adeptos leixonenses presentes, travou o 'assalto' portista.
Aos 82 minutos, Diogo Dalot 'rasgou' outra vez a defesa adversária pelo flanco direito, cruzou e Oleg aproveitou e fez o 2-1 final.


Sem comentários:

Enviar um comentário

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEIXÕES SC EQUIPAS DE SONHO

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

LEÇA FC EQUIPAS QUE FIZERAM HISTÓRIA

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

FC INFESTA GRANDES EQUIPAS

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

PADROENSE FC EQUIPA QUE SUBIU Á II NACIONAL

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

SC SENHORA DA HORA EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

CUSTÓIAS FC AS SUAS EQUIPAS

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

UD LAVRENSE A MELHOR EQUIPA

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

FC PERAFITA AS SUAS EQUIPAS

D LEÇA DO BALIO

D LEÇA DO BALIO

OS LUSITANOS SCFC

OS LUSITANOS SCFC